A definição de objectivos e a motivação de equipas

foto-54_rsOpinião de Alexandre Real – Partner Sfori

Os objectivos são vistos como motivadores do desempenho, na medida em que trabalhar para alcançar um objectivo se revela uma força impulsionadora da acção. A intensidade desta força é tanto maior quanto desafiadores forem os objectivos, pois objectivos fáceis revelam uma intensidade mais reduzida de índice motivacional e quanto mais participação tiver ocorrido na fixação dos mesmos por parte dos destinatários.

Aprofundando a teoria da fixação de objectivos de Locke os objectivos específicos têm o potencial de aumentar a performance de uma equipa. As dificuldades para atingir objectivos, quando aceites, têm o potencial de gerar um nível de performance muito mais alto do que os objectivos fáceis. Quando uma equipa aceita um desafio elevado, tende a subir a fasquia e a alcançar um desempenho que corresponde ao desafio em questão. Neste sentido os objectivos devem ser específicos, e não gerais, devem ser desafiantes, mas realistas. Isso implica que um objectivo geral que consista em fazer o seu melhor não é suficiente para despoletar e aumentar a performance da equipa. As equipas a quem se dá linhas gerais e a quem se pede “façam o vosso melhor” provavelmente não irão ter sucesso. É mais provável obter uma equipa de elevado desempenho quando os objectivos são específicos e apresentam um desafio que é compreendido como realista e alcançável pela equipa.

Agora, levemos a teoria da fixação de objectivos mais longe e olhemos para objectivos que inspirem uma equipa de elevado desempenho. Isto significa que os objectivos não devem ser apenas específicos e desafiantes, mas que devam também ser inspiradores e orientados para a performance. Quando uma equipa leva a cabo uma missão comum, precisa de um entendimento claro dos objectivos que são desejados. A tarefa deve conter certos benchmarks de performance que lhe estejam associados. Isso é o que acontece quando as equipas são desafiadas a perseguir a excelência da performance. Qualquer equipa que leve a cabo uma tarefa fá-la-á melhor quando os resultados e a performance esperados dela ganhem uma relevância central. A orientação da performance consiste no uso da fixação de objectivos para ligar os objectivos da equipa à performance da organização. A orientação da performance tendo em vista os resultados do negócio tem o potencial de retirar resultados muito melhores de uma equipa.

Quando as equipas vêm as suas missões como importantes para ajudar a organização a corresponder aos desafios dos seus clientes, têm o potencial de criar uma melhor performance orientada para a ética profissional. Segundo Teixeira, os fatores de orientação da performance no negócio são esperados pela equipa e levam a um maior grau de esforço e envolvimento na obtenção de resultados.

A definição de objectivos é certamente um factor essencial de motivação de equipas!

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*