Especial: Academias

Uma vantagem competitiva sustentável

Vivemos na Era do Conhecimento e é dele que, cada vez mais, depende o diferencial competitivo das empresas. Neste contexto, o permanente desenvolvimento dos colaboradores assume-se como fundamental.

É dado adquirido que vivemos num mundo em permanente e rápida mudança, com ampla disseminação da informação, facilitada pelos avanços tecnológicos, e num cenário empresarial altamente competitivo e global. Assim, conscientes da importância, e da necessidade, do investimento na formação profissional, e do valor distintivo que o conhecimento assume nos negócios enquanto vantagem competitiva sustentável, são já muitas as empresas que apostam nas suas próprias academias ou universidades corporativas.

Não obstante esta tendência, a maioria das empresas não tem dimensão que justifique este investimento, nem capacidade para o fazer. Por outro lado, são muitas vezes estabelecidas parcerias com entidades cujo core business é a formação profissional. E os especialistas, ainda que reconhecendo o importante papel das academias corporativas, defendem que a inovação de conteúdos e de metodologias de formação deverá ser feito por empresas de consultoria especializada.

Neste contexto, o papel das empresas especializadas tem igualmente assumido maior importância. A oferta tem evoluído de forma a responder às necessidades do mercado, quer ao nível dos conteúdos programáticos, quer das metodologias.

Conheça na edição de Janeiro as boas práticas neste âmbito das empresas:

Consulting House – “Que tipo de colaboradores produz a sua academia”
Num momento em que as exportações são o Santo Graal da economia nacional, fomos falar com uma empresa que exporta serviços de criação de Academias de Formação.

EDP – “Aliada ao negócio”
Criada em 2009, a Universidade Corporativa da EDP assume-se como um elemento de importância fundamental para o Grupo EDP, contribuindo para o crescimento sustentável do seu capital humano, aliado ao desenvolvimento do negócio.

Galileu- “Ajudar a atingir o sucesso”
A Galileu está este ano a comemorar 25 anos de existência no mercado nacional, destacando-se como uma das empresas de formação há mais tempo a actuar neste sector. Desde o início que assume como missão inspirar e ajudar todas as pessoas e empresas a atingirem o sucesso.

José de Mello Saúde – “Cuidar, mais do que tratar”
Assumindo o desenvolvimento e gestão do talento humano como um dos seus vectores estratégicos, a José de Mello Saúde criou a Academia CUF para robustecer e efectivar o talento na organização, assegurando um serviço de excelência.

Montepio – “Um driver da gestão”
A Academia Montepio está ao serviço da estratégia e do desenvolvimento dos líderes e das equipas internas, focada no negócio e na permanente gestão da mudança da Caixa Económica Montepio Geral.

Novabase – “A ascenção da gamification”
A Novabase Academy ajudou a fortalecer o Employer Branding da empresa junto das universidades e a criar ciclos de inovação com o Design Thinking e a Gamification.

Olisipo – “Aposta em formação de excelência”
Numa área em constante evolução, a Olisipo investe na sua nova área de Formação – Olisipo Learning – prometendo um novo rumo e uma nova referência para a formação de profissionais de Tecnologias de Informação.

REN – “Formação de alto valor”
Nas últimas décadas assistimos a um movimento positivo por parte das empresas que se consubstanciou numa aposta estruturada abrangente e qualificada no seu capital humano. A história da criação do Campus REN remonta a 2011.

Talenter – “Construir e desenvolver talento”
A formação na Talenter™ remonta a 2006 mas em Março de 2010 foi criada a Talenter™ Academy. Em dez anos, a área passou por várias transformações que a fortaleceram e a tornaram num pilar dos serviços prestados.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*