Gestores em risco de burnout

Os resultados do V Barómetro revelam que o burnout vai assumir grande relevância no tecido empresarial português em 2017. E o painel alerta para as principais causas. Perspectiva ainda que a digitalização vai ser o grande tema da Gestão de Pessoas este ano.

 

Por Ana Leonor Martins

 

Com o ano ainda no início, no V Barómetro quisemos saber os temas da Gestão de Pessoas que os especialistas do painel consideram que vão marcar 2017. E também quais deveriam ser as prioridades dos gestores desta área e a influência que irão assumir na estratégia do negócio. Outros tópicos que têm estado na ordem do dia, e que serão igualmente objecto de análise, são os riscos de burnout dos gestores do tecido empresarial português, o desajuste do mercado de  trabalho e os impactos do Orçamento do Estado para 2017.

Para além dos resultados, apresentamos também os comentários de  Miguel Teixeira, Portugal Partner Country Manager da everis; Ricardo Parreira, Chief Executive Officer (CEO) da PHC e Alexandra Medeiros, Business Manager da Branding e Directora de Marketing do Grupo Multipessoal.

Conheça todos os resultados e leia a opinião dos especialistas na edição de Fevereiro da Human Resources.

 

O painel do Barómetro Human Resources Portugal é fixo e constituído por cerca de 140 profissionais, sendo 75% directores de Pessoas/ Recursos Humanos, 10% presidentes/ (CEO’s) e 15% directores de Marca/ Comunicação e/ ou Marketing.

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo


*