10 tendências no local de trabalho em 2017

Com o objectivo de contribuir para a discussão de novas ideias sobre a forma como vivemos e trabalhamos, as novas formas de trabalho e as culturas que definem o local de trabalho no futuro, a Sodexo lançou o “2017 Global Workplace Trends”.

É um relatório de tendências baseado nos temas que marcam as notícias do sector de Recursos Humanos e na experiência da multinacional de serviços de alimentação e gestão de facilidades, com mais de 10 mil clientes em 80 países.

Surge dividido em dez áreas temáticas, embora as tendências estejam interrelacionadas. Uma das principais conclusões é que a tecnologia e a interactividade estão a alterar a forma como se trabalha e também onde se trabalha. E com o reconhecimento cada vez maior de que muitos factores, alguns muito subtis, influenciam o desempenho dos colaboradores, as empresas começam a olhar de forma estratégica para disciplinas como o design dos espaços, o bem estar, a aprendizagem intergeracional e a responsabilidade corporativa.

As 10 tendências exploradas este ano são:

1. A empresa ágil: Encontrar o equilíbrio entre velocidade e estabilidade. As organizações procuram o cálice sagrado da agilidade – velocidade com estabilidade – tentando responder às novas condições com a ajuda de disciplinas como a meditação (mindfulness)

2. A ascensão dos locais de trabalho cruzados
A mais recente interacção de espaços de trabalho colaborativos leva o co-working a um novo nível. As organizações não só partilham espaço físico e recursos mas também estruturam interacções para lá das fronteiras que facilitam a combinação de forças para solucionar problemas complexos.

3. Colaboradores sem fronteiras
A deslocação de trabalhadores em larga escala, tanto nas economias desenvolvidas como nas emergentes, está a trazer novas oportunidades para demonstrar as vantagens da liderança inclusiva, avaliando necessidades de competências, disponibilidade, benefícios de localização e integração cultural eficaz.

4. Como os robôs estão a transformar o nosso trabalho
Os robôs estão nos locais de trabalho há muitos anos e os avanços em inteligência artificial levam as organizações a usá-los cada vez mais. A nova discussão é como explorar o êxito dos robôs, especialmente na sua vertente colaborativa com as pessoas em tarefas humanas.

5. Aprendizagem intergeracional: um novo modelo para o desenvolvimento do talento
À medida que as pessoas vivem e trabalham até mais tarde, as organizações são forçadas a pensar de forma diferente sobre a aprendizagem hierárquica e tradicional dos seus colaboradores. Colaboradores de todas as gerações ensinam-se uns aos outros a partir das suas próprias experiências, abrindo uma nova cultura de desenvolvimento pessoal.

6. Personal Branding no trabalho
Uma ferramenta poderosa tanto para empregados como empregadores, o “Personal Branding”, ganha nova vida e maior escrutínio, ao alavancar o poder das marcas pessoais dos colaboradores ao serviço da empresa.

7. Redefinir a experiência no local de trabalho
Desde o espaço físico e da tecnologia ao trabalho virtual, a forma como os colaboradores experenciam o ambiente é crucial para a satisfação. O design thinking pode ajudar a optimizar esta experiência na medida em que apoia os colaboradores tanto dentro como fora do local de trabalho.

8. A Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável
Os objectivos da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável incitam as organizações a trabalhar em conjunto e com os governos em torno de uma visão partilhada. A forma como as empresas interpretam e adaptam as suas práticas irá afectar não só o alcance desses objectivos como as necessidades de uma força de trabalho ávida de mudança positiva.

9. Libertar o potencial do talento dos millennials
É preciso compreender melhor esta geração. Captar o conjunto único de atributos que os millennials trazem para o trabalho ajuda-nos a visualizar o futuro do local de trabalho.

10. Wellness 3.0
A abordagem actual vai para além do tratamento ou prevenção dos problemas de saúde. O local de trabalho passa a ser um destino de bem estar, um catalisador potencial para uma vida mais saudável dos colaboradores, as suas famílias e a própria comunidade.

Pode explorar mais detalhadamente todos estes temas fazendo o download gratuito do relatório aqui.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*