As competências e aptidões do futuro!

Ricardo Florêncio 

Hoje são inúmeros os desafios que se colocam aos pais nos diversos processos de educação que tentam dar aos seus filhos/educandos. Mas, e para o presente efeito, foquemos a nossa atenção na perspectiva de saídas profissionais. Ou seja, como deverão aconselhar os seus filhos/educandos sobre o curso, a carreira que deverão seguir? Para aqueles que estão no secundário, ou mesmo antes, a questão é: quais serão as profissões, as funções, que estarão no topo daqui a 10/15 anos? É quase impossível prever e muitas delas ainda nem devem existir. Serão novas, criadas à medida que o mundo e as suas necessidades vão evoluindo.

O Fórum Económico Mundial (em colaboração com o The Boston Consulting Group) apresentou um estudo sobre a possível evolução do mercado de trabalho, e quais serão as áreas em ascensão e em queda. Mas o resultado mais interessante deste estudo é claramente a perspectiva sobre as competências e as aptidões do futuro. São apontadas 16 competências necessárias para o sucesso no futuro. Seis delas baseiam-se em literacia.

E o conhecimento é claramente um factor crítico de sucesso, seja cultura geral, matemático, científico, tecnológico, financeiro, etc. Numa outra vertente, são apresentadas as 10 competências necessárias para vencer. E aí são referidos o pensamento crítico na resolução de problemas, a criatividade, a comunicação, a colaboração, a curiosidade, a iniciativa, a persistência, a flexibilidade, as capacidades de liderança e, por fim, a sensibilidade cultural e social. Ou seja, e como refere George Monbiot (jornalista e escritor), «no futuro, se quiseres um emprego, deves ser o mais diferente possível de uma máquina: criativo, crítico e bom socialmente».

Editorial publicado na edição de Março de 2017 da revista Human Resources

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*