As melhores ideias de negócio de jovens empreendedores

Aplicações informáticas, prestação de serviços ou objectos inovadores destacaram-se na 1.ª edição da Mostra Nacional de Jovens Empreendedores, no qual participaram 55 projectos, nas áreas do Empreendedorismo Criativo e do Empreendedorismo Social, envolvendo 136 alunos e 40 professores de 43 escolas de todo o país.
Foi a partir da 1.ª Edição do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores que a Fundação da Juventude seleccionou os melhores 55 projectos nacionais que estiveram durante três dias em competição na 1.ª edição da Mostra Nacional de Jovens Empreendedores. Os resultados destacaram os melhores projectos desenvolvidos por jovens do ensino secundário e profissional e do ensino superior.

Na categoria “Ensino Secundário” o 1.º prémio foi para o projecto Fold it, desenvolvido por alunos da Escola Secundária Clara de Resende. A proposta apresentada foi uma caixa hermética para embalamento de alimentos com a característica de ser dobrável, de maneira a torná-la mais compacta e a facilitar a sua arrumação e portabilidade. Baptizada de Happa, trata-se de uma caixa que responde ao desafio que é arrumar as caixas quando estas se encontram vazias.

O 2.º prémio foi para o projecto Quicly Heal, desenvolvido na Escola Profissional De Oliveira Do Hospital, Tábua e Arganil. Um projecto de investigação na área da saúde levou os jovens a desenvolver pensos biodegradáveis e uma solução desinfetante para o tratamento de lesões na epiderme. Isento de iodo e 100% natural, este é um produto que tem como particularidade ser produzido através de extractos alcoólicos obtidos da planta celidónia majus.

Em ex-aequo foi atribuído o 3.º prémio a dois projectos: o Energetic Stick, desenvolvido por jovens estudantes do Agrupamento de Escolas de Ribeira de Pena e o Petsitter, uma ideia dos estudantes da Escola Profissional da Serra da Estrela.

O Energetic Stick tem por objectivo a produção de electricidade de forma natural, através do movimento, aliado às actividades de tempo livre, desporto e aventura.
Com o projecto alimentar Petsitter, controlar visualmente o animal de estimação está ao alcance dum click, em qualquer ponto do mundo.

Na categoria de ensino superior o 1.º prémio foi para o projeto MedBOX – A Solução do Presente a Pensar no Futuro, da autoria de jovens estudantes da Escola Superior de Saúde de Santa Maria. A proposta consiste numa caixa electrónica de medicamentos que funciona com uma aplicação informática que não permite abertura manual, ou seja, esta só abre na hora da toma dos medicamentos emitindo um aviso luminoso, sonoro e/ ou vibratório activado na hora da toma. A aplicação apresenta ainda outras funcionalidades como armazenamento de informações dos medicamentos ou ficha médica do utilizador.

A OmniTravel apresenta-se como um serviço de transporte pessoal de malas, a ser usado em grandes estabelecimentos, como aeroportos ou estações de caminhos-de-ferro e foi esta a solução que arrecadou o 2.º prémio, na área do ensino superior.

O 3.º prémio foi atribuído ao projecto 24nanny, a babysitter ideal para si à distância de um click, desenvolvido por uma equipa da Escola Superior de Saúde de Santa Maria. Baseado numa aplicação para telemóveis, 24nanny, permite seleccionar o horário pretendido para contratação de serviço de babysititng e avaliar os perfis das babysitters disponíveis em determinada zona.

Para Ricardo Carvalho, presidente executivo da Fundação da Juventude «a 1ª edição da Mostra Nacional de Jovens Empreendedores e a 1ª edição do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores consubstanciam o pilar da formação para o empreendedorismo jovem através do qual quer a Fundação contribuir activamente para a valorização dos jovens, professores e escolas que se dedicam às questões da inovação e da criatividade, por via do empreendedorismo.»

Para mais informação sobre os projectos vencedores e todos os outros a concurso consultar aqui.

 

Veja também estas notícias.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*