Como manter os colaboradores felizes?

A felicidade é ainda um desafio constante nas empresas e deve ser sobretudo uma preocupação do líder. Quem o defende é Sara do Ó, CEO do Grupo Your, que apresenta algumas práticas essenciais para garantir uma equipa feliz, motivada e mais produtiva.

 

O Grupo Your, constituído por um conjunto de empresas com actividades nas principais áreas de suporte à gestão, foi considerada a quarta empresa mais feliz de Portugal, segundo a sexta edição do estudo Happiness Works, da Revista Exame.

Sara do Ó, chief executive officer (CEO) do grupo, sublinha que «o sucesso de uma empresa parte em primeiro lugar dos colaboradores, por isso é fundamental construir uma cultura organizacional forte e um ambiente interno eficaz que promova a felicidade da equipa». E deixa alguns conselhos para o conseguir.

1. Acessibilidade e proximidade – em primeiro lugar o líder deve inspirar os seus colaboradores, estando próximo deles sem criar barreiras e tentando sempre encorajar um pensamento positivo. Não devemos esquecer que antes de sermos profissionais somos pessoas.

2. Flexibilidade nos horários de trabalho – é importante haver um balanço entre a vida pessoal e profissional, para que os trabalhadores não se sintam sobrecarregados. A possibilidade de trabalhar a partir de casa alguns dias por mês ou a dispensa no dia de aniversário são alguns dos exemplos de medidas flexíveis.

3. Comunicação eficaz e transparente – é fundamental definir objectivos e metas bem claras relativamente ao caminho a percorrer e às tarefas a desempenhar, garantindo regularmente que a equipa está sempre informada e em sintonia. Reuniões de reporting regulares e dar acesso aos resultados da empresa são boas formas de manter uma comunicação transparente.

4. Feedback e valorização – é essencial mostrar como o desempenho de cada colaborador está a contribuir para o sucesso da empresa e envolver a equipa nos processos de decisão, valorizando as suas ideias e opiniões.

5. Liberdade com responsabilidade – dar a liberdade para que cada colaborador seja independente e mostre as suas competências no desempenho das suas funções.

6. Reconhecimento do sucesso – é importante recompensar os colaboradores pelas suas conquistas e pelo seu desempenho. Além dos tradicionais prémios, em que os colaboradores recebem uma percentagem do lucro repartida, podemos reconhecer o trabalho e esforço da equipa em alcançar os objectivos, por exemplo, com uma viagem de empresa.

7. Formação contínua – os colaboradores querem fazer um bom trabalho, por isso apostar em formações e em actividades de team building é uma boa forma de melhorar as suas competências profissionais e pessoais.

8. Garantir um local de trabalho confortável e atractivo – um ambiente bem iluminado, com cores e mobílias convidativas e com um espaço pessoal para cada um tem grandes efeitos nas relações entre colaboradores e líderes.

9. Momentos de descontracção e espaços de convívio – complementar o horário de trabalho com actividades de lazer e eventos de celebração especiais, fazendo com que as pessoas se divirtam em conjunto e criem laços entre equipa. Festejar as grandes e pequenas vitórias da equipa.

10. Incluir os colaboradores na missão – substituir o “tu” pelo “nós” é uma forma simples de criar uma sensação de missão partilhada e fazer com que cada colaborador se sinta bem por vestir a camisola da empresa. Afinal, nas organizações, são as pessoas que fazem a diferença.

Veja também estas notícias.

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Outras notícias

Comentar este artigo

*