Manter as pessoas ligadas e comprometidas

Para Ricardo Peres, director de Recursos Humanos e de Comunicação Interna da Sociedade Central de Cervejas, o propósito da comunicação numa empresa é muito mais do que manter as pessoas informadas; é mantê-las alinhadas, mobilizadas e envolvidas com o negócio.

 

Por Ana Leonor Martins | Fotos Nuno Carrancho

 

Acreditando que o papel da Gestão de Pessoas é, fundamentalmente, criar uma cultura organizacional forte, Ricardo Peres defende que é imprescindível que a Comunicação Interna lhe esteja próximo. É por isso que desde sempre na sua carreira tem acumulado os dois pelouros. Numa empresa como a Sociedade Central de Cervejas (SCC), que gera muita paixão, sobretudo pela ligação às marcas, o responsável assume como prioridade promover o engagement das suas pessoas; garantir que percebem o impacto e a força que têm no negócio. Para isso, é preciso ouvi-las e incorporar as seus inputs na resolução de problemas.

 

Assume a responsabilidade de Recursos Humanos e da Comunicação Interna. Desde quando estas áreas estão juntas no mesmo departamento e o que justifica esta aposta?

Estas duas áreas estão juntas, comigo, desde sempre na minha carreira, porque considero a Comunicação Interna fundamental. Se queremos construir uma cultura organizacional forte, precisamos de ter as pessoas mobilizadas e informadas. É a “cola”. Os Recursos Humanos são um ecossistema. Não posso gerir pessoas se não tiver as componentes todas que lhes tocam.  E a Comunicação Interna, em particular, toca imenso.

 

Leia a entrevista na íntegra na edição Julho/ Agosto da Human Resources Portugal.

 

Veja também estas entrevistas.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*