As particularidades de liderar millennials

Os millennials são diferentes de outras gerações no trabalho e, por isso, “exigem” um tipo de liderança e de comunicação também diferente. Saiba o que privilegiam e como comunicar com esta nova geração de forma mais eficaz.

 

Um estudo recente da Deloitte indica que os millennials preferem líderes inclusivos e directos na sua comunicação, ao mesmo tempo que querem contribuir para recrutadores que acrescentem valor às comunidades em redor.

Esta faixa etária também prefere horas flexíveis e personalização do trabalho, de acordo com a Microsoft Asia Workplace 2020. Para  Swapna Bhandarkar, head of Corporate Communications para a ICICI Securities, existem sete objectivos que uma empresa pode ter para melhorar a comunicação interna com esta nova geração.

Acessibilidade – Investir o orçamento de comunicação interna numa plataforma digital em sintonia com as aspirações dos millennials. Aderir às aplicações é uma boa forma de chegar a este grupo.

Comunicação visual e colaboração – Dar a oportunidade para se expressarem de forma criativa. Em vez de tópicos de Newsletter com “cafés com o director”, o CEO pode fazer um vídeo com o telemóvel. Este pode também envolver os trabalhadores ao convidá-los a fazer vídeos entre as equipas. Mantém-nos interessados.

Storytelling – Encorajar a que contem as suas histórias com textos de blogues e fotografias, com mecanismos que os incite a criar conteúdos regularmente.

Textos curtos e sucintos – Os colaboradores preferem informação dada em pequenas caixas de texto. As mensagens sucintas com links funcionam.

Demonstração de talento – Seja este música ou arte, deve-se encorajar os millennials a utilizarem estes talentos extra para se manterem entusiasmados com o trabalho.

Reconhecimento – O CEO deve reconhecer e recompensar. Seja com prémios ou vouchers, vai mantê-los motivados.

Actualização constante – Mesmo em tempos de crise, deve haver um esforço para manter a plataforma actualizada. Assim, mantém-se a comunicação a duas vias.

As várias gerações

A maioria das organizações está a juntar várias gerações na força laboral, entre profissionais que estão quase a reformar-se e a geração Z, que começou agora a trabalhar. Os millennials  dominam cada vez mais o mercado de trabalho.

Ao contrário dos baby boomers e da geração X, que estão satisfeitos com o modelo que tem sido aplicado, os millenials preferem a comunicação a duas vias, com melhor qualidade de conversação com os seus líderes.

A nível global, as empresas ouvem esta necessidade para melhorar a comunicação interna com estes colaboradores. Facebook Emojis, Twitter, e Instagram, apenas indicam a tendência desta geração para o feedback.

Era Digital mais madura

A comunicação organizacional que não inclui as suas perguntas e inclui as suas opiniões, de alguma forma vai falhar e resultar uma força laboral com pouca satisfação, que não acredita na inovação da empresa.

Construir defensores dos colaboradores

As melhores marcas constroem-se de dentro para fora. Um trabalhador dedicado que acredita no papel da sua empresa vai ser o maior defensor da marca, e que vai dar a promessa de melhorar a satisfação do cliente.

Fonte: Intraskope

Veja também estas notícias

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*