Uma empresa que prende pelo coração

O Grupo Renault fomenta nos colaboradores o espírito de cooperação, de entreajuda e de paixão por tudo o que fazem. E, diariamente, desafia-os a superarem-se e a serem cada vez melhores.

 

Por Ana Leonor Martins | Fotos Nuno Carrancho

 

A Renault Retail Group Portugal têm cerca de 400 colaboradores, distribuídos por cinco estabelecimentos em Lisboa e no Porto. Para manter uma cultura organizacional coesa e a motivação elevada, a aposta é no engagement, na comunicação e na definição clara do caminho e dos objectivos estratégicos. A Human Resources manager Sílvia Franco Henriques partilha que o foco em 2017 tem sido na simplificação dos processos, na melhoria das ferramentas de trabalho e das condições físicas de alguns postos de trabalho.

 

Assumiu funções como HR manager do Renault Retail Group (RRG) em Outubro de 2014. O que definiu como prioridades de actuação?

Os grandes eixos do meu trabalho são, a segurança e as condições de trabalho, o reforço do Employer Branding e parcerias com escolas técnicas, nomeadamente com escolas que tenham estágios curriculares de mecatrónica, bate-chapas e pintores automóveis.

 

A formação é uma prioridade para vocês?

Sim, o desenvolvimento de competências e de carreiras é uma prioridade. Somos uma indústria com um desenvolvimento tecnológico acelerado e os nossos profissionais precisam constantemente de conhecer as evoluções técnicas e comerciais do produto. Por outro lado, somos uma empresa voltada para o cliente e a nossa exigência assenta na satisfação total daqueles que nos procuram e acreditam na excelência do nosso serviço.

Assim, e como é fácil de perceber, a formação é uma constante preocupação da gestão de pessoas. E não falamos apenas no desenvolvimento das competências actuais mas também no trabalho de fazer evoluir competências futuras, pois a formação é uma ferramenta fundamental na Gestão de Carreiras de todos os colaboradores.

 

Fale-nos um pouco mais sobre o trabalho que têm desenvolvido nessa área…

Analisamos o potencial de evolução, vertical ou horizontal, de todos os colaboradores sem excepção e, promovemos semestralmente Comités de Carreiras junto das chefias de modo a perceber quais os percursos possíveis de cada um. Realizamos com as outras empresas do Grupo Renault, com a mesma periodicidade, Comités de Mobilidade onde se exploram as possibilidades de transferência de colaboradores com elevado potencial.

Para qualquer colaborador com ambição é fundamental perceber que tem a possibilidade de evoluir e crescer na empresa. A Gestão de Carreiras é um dos eixos fundamentais na nossa retenção de talentos.

 

Têm cerca de 400 colaboradores, distribuídos geograficamente pelo País. Que ferramentas utilizam para manter uma cultura organizacional coesa e uma elevada motivação dos colaboradores?

Temos uma elevada preocupação com o engagement, com a comunicação, com a clareza da definição do caminho e dos objectivos estratégicos. De modo a aumentarmos cada vez mais a conexão das pessoas entre si e à organização, são estimulados momentos de partilha e convívio entre todos os colaboradores dos cinco estabelecimentos de Lisboa e Porto – Renault Areeiro, Renault Chelas, Renault Telheiras, Renault Boavista e Renault Gondomar.

 

Leia a entrevista na íntegra na edição de Outubro da Human Resources.

Veja também estas entrevistas.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*