2 mil empregos em perigo com escalada do preço dos combustíveis

O Automóvel Clube de Portugal (ACP) enviou uma carta aberta ao ministro da Economia onde alerta para a escalada dos preços dos combustíveis. Em causa estão 300 bombas de gasolina e 2 mil empregos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) de Dezembro de 2011, o consumo de combustíveis caiu 6,6% – o que representa menos 130 mil carros a circular por dia. A taxa de inflação, em Fevereiro, subiu 3,6%, com reflexo no preço dos combustíveis.

A somar a estes dados, o ACP refere ainda o anuncio da criação de uma rede de postos de combustíveis low cost que ainda não se concretizou.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*