7 livros para ler nas férias

Os professores da Nova SBE Executive Education recomendam, no blog da instituição, 7 livros para ler durante as férias sobre o impacto da transformação digital na sociedade.

 

Factfulness: Ten Reasons We’re Wrong About the World and Why Things Are Better Than You Think por Hans Rosling
Recomendado por Miguel Moreira , coordenador Científico do programa Liderar a Transformação Digital

Numa era de afirmação do big data analytics, este livro transporta-nos para novas dimensões de análise do mundo, da sociedade e do impacto da tecnologia. É um alerta para velhos problemas, agora amplificados, como: a criação de preconceitos baseados em realidades que já não existem, a visão do mundo baseada em médias que pode ser enganadora e a falta de contacto humano e na primeira pessoa com a realidade que estamos a analisar que é tantas vezes determinante para o entendimento dos números que a representam, independentemente do poder da tecnologia que usamos.

Este livro é também uma homenagem póstuma ao médico e data scientist sueco, Hans Rosling, pelo seu filho e sua nora que foram coautores do mesmo. Acima de tudo, Hans deixa-nos uma visão otimista e cheia de esperança, tentando contrariar o sentimento pessimista largamente partilhado no mundo ocidental, onde as perceções da realidade são muitas vezes erradas.

 

– Media in Focus: Marketing Effectiveness in the Digital Era por Les Binet e Peter Field
Recomendado por Jorge Velosa, coordenador Científico do programa Nova WPP Digital Week

O livro detalha as aprendizagens mais recentes, algumas das quais surpreendentes, relativas à utilização de media na era digital. Baseado em casos dos prémios de eficácia do IPA (Institute of Practioners in Advertising – UK), o mais exigente fórum de avaliação de campanhas de comunicação da Europa, o livro é um must-read para quem quer compreender os media de hoje.

Este é o primeiro de uma série de livros sobre a eficiência do marketing na era digital, criada pela Google em parceria com a Thinkbox.

 

Soonish: Ten Emerging Technologies That’ll Improve and/or Ruin Everything por Kelly e Zach Weinersmith
Recomendado por João Castrodocente no programa Liderar a Transformação Digital

Quando se junta um cartoonista a um cientista e se lhes pede que expliquem a vanguarda da tecnologia, o resultado é uma leitura descontraída e irresistível que não serve (apenas) de adereço intelectual para mostrar na praia ou nas esplanadas. Soonish é um compêndio de 10 tecnologias (e mais algumas) que são retratadas simultaneamente de forma séria e hilariante. Para o verão será um companheiro fértil para lançar conversas com os amigos sobre o estado-da-arte de elevadores espaciais, energia de fusão, realidade aumentada, biologia sintética, medicina dirigida, interfaces homem-máquina, entre outras. Nunca o futuro da humanidade pareceu tão risonho (pelo lado dos que são bem-dispostos!).

Nota: este livro saiu no final de 2017 e já devia ter sido uma recomendação para prendas de Natal de todos os que se portaram bem!

 

Life after Google: The Fall of Big Data and the Rise of the Blockchain Economy por George Gilder
Recomendado por António Marinho Torresdocente no programa Nova WPP Digital Week

Big data tem sido o principal fator de criação de valor económico. Progressos em inteligência artificial intensificam ainda mais o seu impacto, criando um consenso de que o futuro será uma versão amplificada do presente. George Gilder, entretanto, oferece uma visão alternativa do futuro; uma opinião contrária que gera interesse justamente por não se enquadrar nesse consenso.

O fim da internet como a conhecemos hoje é iminente: esta é a premissa do livro.

 

Dying for a Paycheck: How Modern Management Harms Employee Health and Company Performance—and What We Can Do About It por Jeffrey Pfeffer
Recomendado por Miguel Pina e Cunhacoordenador Científico do Curso Geral de Gestão

Tem o email do trabalho no telemóvel e tem o telemóvel sempre consigo? Apesar de não estar na descrição das funções do contrato de trabalho, esta é uma prática que se espera de um colaborador nos dias de hoje. A realidade é que a tecnologia aumentou o horário de trabalho para 24 horas diárias, o que aumenta o nível de stress e os causas de burnout, mas tem o efeito contrário na produtividade.

Baseado num trabalho empírico robusto, o livro revela os custos da má gestão de pessoas e da cultura de trabalho contemporânea para as próprias pessoas, para as empresas e para a sociedade, enquanto oferece pistas para abordar o problema. Não é um livro light, mas dá que pensar. E quem disse que a melhor literatura para o verão tem de ser light?

– Great at Work: How Top Performers Work Less and Achieve More por Morten T. Hansen
Recomendado por Nadim Habibdocente no programa Liderar a Transformação Digital

O tema é a transformação digital, por isso a minha sugestão pode parecer estranha. Mas a realidade é que a revolução tecnológica implica maior produtividade e cria a necessidade de nos reinventarmos continuamente para permanecermos relevantes na era da automação.

Este livro é um dos poucos que aborda a produtividade pessoal de uma perspectiva sólida e empírica, evitando os clichés que rodeiam o tema e dificilmente adicionam valor à discussão. É uma leitura que recomendo a todos os que procuram focar-se na sua produtividade sucesso profissional.

 

Mentes Digitais por Arlindo Oliveira
Recomendado por José Crespo de Carvalhocoordenador Científico da Pós-Graduação Aplicada em Supply Chain Management

Será que o cérebro humano, dito inteligente, é o único capaz de albergar essa mesma inteligência? Seremos capazes de criar mentes digitais que mimetizem cérebros humanos? E que mentes digitais serão essas? Parceiras, concorrentes? Como evoluiremos a partir daqui?

Este livro é uma viagem pela expansão tecnológica, as leis dos campos eletromagnéticos de Maxwell e a evolução do número de transístores nos microprocessadores prevista por Moore, que culmina na economia da internet e do mundo digital. São explicados o computador, a inteligência artificial e o cérebro humano, fazendo emergir o paralelo cérebro humano–máquina (será explicado pela Origem das Espécies de Darwin?). Esta é uma leitura em português que recomendo a todos os que refletem filosófica e empiricamente sobre o futuro do ser humano e das máquinas.

Fonte: Blog Nova SBE Executive Education

Veja também estas notícias.

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*