98 mil trabalhadores dispensáveis

Com as alterações legislativas ao Código do Trabalho, 98 mil trabalhadores serão dispensáveis. O aviso é da central sindical CGTP.

Em causa está a redução de quatro dias de férias e a perda de três dias de férias, propostas na revisão do Código de Trabalho. “Considerando apenas a redução do número de feriados e a eliminação da majoração dos três dias de férias, as mesmas horas de trabalho poderão ser efectuadas com menos 98 mil trabalhadores”, lê-se no parecer da CGTP entregue no Parlamento, a que a agência Lusa teve acesso.

No documento pode ler-se ainda, que o Governo tem, com as suas medidas, o aumento da produtividade, competitividade e criação de emprego. No entanto, entende a CGTP que as medidas “terão como resultado um aumento efectivo do tempo de trabalho, bem como a redução do valor da remuneração/hora, e podem mesmo destruir empregos pois o empregador dispõe de um maior número de horas efectuadas por trabalhador».

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*