A easyjet volta a comunicar para o público feminino

A companhia aérea assinalou o Dia Internacional da Menina, que se comemorou ontem, com uma nova campanha de sensibilização sobre o papel das mulheres na indústria da aviação.

 

Este novo spot publicitário, gravado em Portugal, faz parte de uma campanha desenvolvida pela Uzina e produzida pela Bro, com o objectivo de dar a conhecer, desde cedo, a profissão de piloto junto das crianças portuguesas. Esta acção será complementada com uma série de visitas às instalações da easyJet e a várias escolas em Portugal.

Após o lançamento da iniciativa, há 3 anos, a easyJet conseguiu impulsionar o recrutamento de mulheres piloto em mais 48% em termos homólogos. Assim, percentagem de mulheres piloto atinge já 13% das actuais contratações, mas a companhia quer que, até 2020, 20% dos novos pilotos sejam mulheres.

Pedro Sousa, director de marketing da easyJet para Portugal e Espanha, salientou: «Para conseguirmos mudar mentalidades em relação ao papel da mulher na sociedade e de forma a promover a igualdade de género, a easyjet gravou, em Portugal, esta campanha com o objetivo de sensibilizar os clientes e a população em geral de que os direitos dos homens e das mulheres devem ser iguais e que a profissão de piloto não é só para homens. Esta campanha vem reforçar o nosso compromisso e empenho em continuar a  desafiar o mercado e a população a acabar com estereótipos.»

A campanha, com o mote “Quem quer ser piloto de avião”explora o imaginário infantil em torno das vantagens e desafios de ser piloto, pela mão de Diana Gomes da Silva, piloto da companhia e embaixadora da Amy Johnson Initiative.

Veja também estas notícias.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*