Academias corporativas: os casos práticos dos CTT, Galp e Siemens

Há já algum tempo que estas empresas apostam nas suas próprias estruturas formativas, tendo vindo a adaptar-se às novas tendências. Conheça estes três casos práticos e ainda 10 tendências principais da formação corporativa.

 

CTT: Desenvolver perfis estratégicos
A formação nos CTT tem a missão de assegurar a aquisição e o desenvolvimento das competências, atitudes e comportamentos identificados como necessários e adequados à prossecução da missão e actividades da empresa.

GALP: Aprender ao longo da vida
Vivemos num mundo caracterizado pela velocidade a que a evolução acontece, onde tudo está acessível a qualquer hora  e em qualquer lugar.

SIEMENS: Preparar o futuro investindo no talento
O último ano da Siemens Portugal foi especialmente profícuo em termos de recrutamento de recursos humanos.

 

Nipun Sharma, no site eLearning Industry, identifica 10 tendências principais na formação corporativa, defendendo que a utilização generalizada de novas tecnologias veio mudar o paradigma da formação. Especificamente em contexto empresarial, potencia novas formas de aprendizagens mas também traz desafios.

Destaca 10 tendências que devem ser tidas em conta na formação online:

1 – Personalização
2 – Recursos de apoio em módulos
3 – Relatórios e análises fortes
4 – Formação customizada
5 – Gamificação
6 – Design reactivo
7 – Culturas de aprendizagem colaborativa
8 – Realidade virtual e aumentada
9 – Programas online de mentorship
10 – Experiências sociais de formação

 

Conheça cada uma destas 10 tendências em detalhe e leia as reportagens dos case studies na íntegra, na edição de Janeiro da Human Resources.

Veja também estes artigos.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Uber Eats e Time Out organizam batalha gastronómica
Automonitor
Campanha Free Now: Viajar pela Europa com 25% de desconto