Caderno Especial: Formação

Como levar os gestores a assumir um papel de relevo na formação dos colaboradores? Para responder a esta questão, a plataforma de aprendizagem LinkedIn Learning publicou algumas dicas, baseadas nos dados de um estudo internacional. 

 

De acordo com um estudo da rede social LinkedIn, um dos maiores desafios para os profissionais de formação é conseguir que os gestores incentivem a aprendizagem nas suas equipas. No entanto, por exemplo na opinião do CEO da Association for Talent Development (associação sediada nos Estados Unidos da América para o desenvolvimento do talento), isso é algo fundamental.

«Os gestores devem entender que desenvolver as suas pessoas e equipas é uma responsabilidade importante e uma oportunidade para obter um impacto positivo no engagement dos colaboradores», defende o responsável. «Com o turnover e o engagement dos colaboradores como os principais desafios dos profissionais de Recursos Humanos, as provas de que o desenvolvimento profissional contribui para os manter motivados devem ser comunicadas de forma eficaz, em toda a organização. O desenvolvimento eficaz do talento pode reduzir a rotação de profissionais, aumentar a produtividade e também os lucros.»

Por isso, como podem os especialistas em formação e desenvolvimento conseguir que gestores encorajem a aprendizagem nas suas equipas? O “A Modern Playbook: How to Overcome Top Challenges to Advance Your Learning Culture”, do LinkedIn Learning, responde a essa questão de forma reduzida. Mas há duas tácticas que se pode começar a usar desde já.

Saiba quais são na edição de Junho da Human Resources Portugal e conheça os seguintes casos práticos: 

 

Católica Porto Business School: Três Prioridades Estratégicas
Inovação, internacionalização e relação com as empresas. São estas as três prioridades assumidas pela Catótica Porto Business School, que aposta na formação de gestores profissionais, capazes de criar não só valor, mas sustentabilidade no mundo dos negócios.

Cegoc: Transformação do Capital Humano
A CEGOC tem o compromisso de entregar uma proposta de valor que vai além da simples oferta de conteúdos ou passagem de conhecimento. Beyond Knowledge. Descrita como uma experiência formativa estimulante e eficaz.

Fidelidade: A jogar também se aprende
O grupo Fidelidade disponibiliza para todos os seus colaboradores a utilização de uma plataforma web de gamification, para a qual tem desenvolvido conteúdos e implementado dinâmicas, denominada mlearning, com o objectivo de lançar uma nova lógica e abordagem de formação. O mlearning é um espaço sério de aprendizagem assente em jogos e diversão.

FLAG: Parceiros de Eleição
Com o foco no saber fazer, fogem do estilo académico mais teórico. Um posicionamento que possibilita aos formandos uma experiência prática e os prepara para o mundo real, em qualquer fase das suas vidas.

Galileu: Potenciar o sucesso
Consciente que o mercado está em constante mudança, a Galileu pretende continuar a disponibilixar conteúdos actuais e relevantes para as organizações.

I Have The Power: Mais próximos das pessoas
Passar da formação ao treino, este é o novo paradigma da I Have The Power. Um treino desenvolvido por uma equipa de pessoas felizes e com maior incorporação de tecnologia.

InnoEnergy: Ser motor da inovação
A educação é uma das três áreas essenciais da inovação trabalhadas pela InnoEnergy. O objectivo é formar activos mais competitivos na área da energia, com a capacidade de revolucionar o panorama do sector na Europa.

ISCSP – Universidade de Lisboa: Valorizar as pessoas
No ISCSP-ULisboa a formação não se centra apenas em competências e conhecimentos. Ali procura-se cultivar um conjunto de valores humanistas que ajuda, antes de mais, a formar cidadãos.

ISEG: Abertura ao mundo
O desejo de atrair mais e melhores alunos posiciona o ISEG – Lisbon School of Economics & Management no radar internacional, com uma aposta forte na qualidade e na Formação de Executivos.

ISTEC: Aprender, fazendo
Cada vez mais os conteúdos e metodologias estão virados para a componente prática, e é por isso que o ISTEC tem apostado cada vez mais nos laboratórios especializados.

Olisipo: Nativos Tecnológicos
A Olisipo Learning é a área de negócio de Formação da Olisipo, com um foco natural para a formação de especialistas e utilziadores de Tecnologias de Informação.

Paula Tomás Consultores: Formação à medida
Com diferentes ofertas formativas, a Paula Tomás Consultores destaca-se por prestar atenção às necessidades singulares de cada organização.

Rumos: Acompanhar a Evolução
Com 26 anos de existência, a rumos foi pioneira na formação e certificação técnica de profissionais de informática em Portugal. Hoje continua no caminho da Inovação.

Super Bock Group: Contributo Estratégico
A necessidade de promover um maior alinhamento do desenvolvimento de competências com as necessidades de negócio e reforçar a coerência na abordagem à formação por parte das diferentes áreas, levou à adopção de um novo modelo de gestão da formação.

Veja também estes cadernos

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*