A importância da imagem e do bem-estar nas empresas

Esta terça-feira, dia 11 de Junho, assinalou-se o Dia do Bem Estar, pelo que é bastante pertinente abordar a importância deste temas nas organizações, associando também ao tema da imagem pessoal e profissional.

Universidades corporativas: o seu valor para as organizações

A lógica das universidades corporativas centra-se mais na identificação das competências críticas, face às tendências de mercado, estratégias de negócio e necessidades dos stakeholders e não tanto em programas de capacitação com base no indivíduo.

Como contratar o talento certo?

O propósito é importante no processo de recrutamento, pois proporciona ao potencial candidato uma compreensão mais aprofundada da empresa e da respetiva cultura e modo de trabalho.

Num país de doutores e engenheiros

Existe um preconceito relativamente ao ensino profissional. Mas não podemos continuar a ser um país só de doutores e engenheiros, carentes de profissões técnicas que continuarão a ser úteis no nosso dia-a-dia.

As pessoas num presente futurista

Num mundo confrontado com o já tão debatido “choque tecnológico”, assistimos ao aumento da pressão competitiva entre as empresas. Mas também se abre todo um mundo de novas possibilidades.

O custo da desmotivação

A desmotivação no trabalho, porque pautada por uma baixa produtividade, acarreta custos reais e palpáveis às empresas. E a pergunta que se impõe é: ‘afinal, quanto é que este tipo de “trabalhador-sabotador” custa à empresa?

A liderança, uma forma de estar ou de fazer?

Como formar melhores líderes? Conselhos práticos e guias de sucesso são recorrentes na literatura actual. Desde Steve Jobs, a Jeff Bezos ou Bill Gates. Mas estará a liderança baseada numa forma de fazer ou de estar?

Qual é, afinal, o papel do líder?

Apenas 35% do legado de um CEO pode ser explicado pelos resultados financeiros. Os restantes 65% dizem respeito a critérios não financeiros como por exemplo a ética, a transparência ou a adesão a um propósito.

#MulheresEmTech

Uma ideia comum é a de que a tecnologia é para perfis masculinos, mas uma breve análise histórica revela que a evolução tecnológica é marcada pela presença de grandes figuras femininas.

O professor como gestor de pessoas

O professor é também um gestor de diversidade, um formador, alguém a quem são sistematicamente exigidas competências de gestão de equipas, de liderança responsável, de actualização constante.

Não basta parecer, é preciso ser digital

Ao investir o seu escasso e valioso tempo na melhoria da “fachada” de inovação tecnológica, e ignorar o “interior da habitação”, questionar-se-á, no longo prazo, do paradeiro dos (prometidos) resultados. Por Teresa Ribeiro, directora de Marketing na bwd Inteligência artificial,…