Colégio da Torre aposta em Centro de Competências e de Desenvolvimento Profissional

O Colégio da Torre inicia este ano com iniciativas focadas nos seus recursos humanos. Vai apostar na criação de um centro de competências para o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores.

 

Tiago Matias, que lidera a área de Recursos Humanos do Colégio da Torre desde Outubro de 2016, salienta que «a criação deste centro de competências e de desenvolvimento está intimamente ligado à recém-criada política de formação interna para o ano de 2017. O Colégio já é reconhecido pela sua capacidade de atingir excelente resultados no ranking das escolas, e grande parte destes resultados são fruto da dedicação e empenho dos nossos colaboradores, que nunca baixam os braços, enfrentando sempre os desafios que têm pela frente. E não podemos esquecer que, apesar de sermos um colégio com gestão privada, mantemos um papel muito importante em toda a comunidade», faz notar.

A politica de formação interna do Colégio da Torre, para 2017 conta com mais de 150 horas de formação, que são disponibilizadas a todos os seus colaboradores no decorrer do presente ano. Irão existir vários módulos de formação, teórica e também prática, com temas focados na comunicação intrapessoal, necessidades educativas especiais, comportamentos disfuncionais na criança, entre outros temas ainda em desenvolvimento.

«Parte do nosso objectivo para 2017 será criar um centro de competências e desenvolvimento, com recursos a parceiros certificados na área da formação, em que qualquer profissional que exerça funções no sector da Educação, possa integrar as nossas formações certificadas, de forma gratuita. Acreditamos que ao criar grupos onde vários profissionais, de diversos estabelecimentos de ensino, criam uma relação de trabalho e de partilha de conhecimento, acaba por ser uma situação em que todos ganham. Principalmente quando o foco passa também pela inovação», afirma ainda Tiago Matias.

No decorrer do mês de Fevereiro, o Colégio da Torre inicia o processo de inscrições para as primeiras formações, disponibilizando o numero de vagas para profissionais externos.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*