Diogo Faria de Oliveira eleito presidente da AEPSA

O novo presidente da Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente (AEPSA) é Diogo Faria de Oliveira, administrador executivo da Aquapor.

Uma das grandes linhas definidas para o triénio para que foi eleito, prende-se a reestruturação do sector. Entre as medidas propostas conta-se a criação de um modelo económico sustentável, com tarifas justas e expurgadas de ineficiências, que cubram os custos do serviço, mas que sejam socialmente comportáveis.

Por outro lado, a Associação empresarial defende que a AdP – Águas de Portugal, não deve ser privatizada, mas antes, manter-se pública e ser proprietária dos sistemas e ativos referidos anteriormente.

Diogo Faria de Oliveira entende que os sistemas devem ser geridos e operados por empresas do sector do ambiente, colocando nos operadores privados, tantos as estruturas de pessoal existentes, como os planos de investimento futuros.

“O resultado desta reestruturação será necessariamente uma estrutura de custos e proveitos mais racional e otimizada, o que se refletirá no preço da água mais justo, com menos assimetrias regionais e mais sustentável”, explica o presidente eleito.

Para a AEPSA o País está praticamente todo infraestruturado, recordando que foram investidos no sector, entre 2000 e 2010, cerca de 8.036 milhões de euros.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*