Empresas não estão preparadas para gerir crises nos media sociais

As empresas não estão preparadas para lidar com situações de crise na comunicação social. A conclusão pertence ao estudo da InfiniteLatitude, rede global de agências de Relações Públicas.

De acordo com o estudo:

– 80% dos departamentos de comunicação das empresas não têm procedimentos definidos para lidar com crises nos meios que usam as redes sociais

– 85% das companhias inquiridas revelaram ter procedimentos padrão para crises nos media tradicionais

-20% mostrou ter tais procedimentos padrão para lidar com a criseno universo online. –

– 85% dos profissionais in-house inquiridos subcontratam os serviços de gestão de crise nos media sociais.

A maioria das empresas não tem práticas estruturadas de monitorização online, listas de contactos dos principais influenciadores, procedimentos de aprovação de posts em blogs corporativos e fóruns de internet ou mesmo colaboradores com especialização, adianta ainda o estudo quanto às falhas encontradas.

«Já as agências de relações públicas mostraram estar numa melhor posição, disponibilizando aos seus clientes planos estruturados para lidar com estas situações. Segundo este estudo, mais de 60% das agências inquiridas fornecem aos seus clientes os procedimentos para lidar com os media sociais e sentem-se preparadas para apoiar as empresas a gerir situações de crise neste canal», lê-se em comunicado.

O estudo inquiriu cerca de 100 profissionais de Relações Públicas e Comunicação de 31 países.

A InfiniteLatitude conta com 24 empresas em 14 mercados, incluindo Portugal, onde se faz representar pela Guess What | PR.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*