Especial: Gestão da Mudança

Se a afirmação “vivemos num mundo em constante mudança” tem marcado a agenda das organizações na última década, hoje vivemos num mundo de mudança acelerada, com novas regras e novos desafios.

De acordo com o estudo Global Human Capital Trends 2017 da Deloitte, que este ano reuniu as respostas de mais de 10 500 líderes de negócio e de Recursos Humanos, em cerca de 140 países, o ritmo acelerado de mudança não está limitado às típicas mudanças tecnológicas, englobando também mudanças sociais, demográficas, regulamentares, económicas e até políticas, que impactam as várias componentes do modelo operacional das organizações, tais como processos, pessoas, tecnologia, produtos e serviços, informação, canais, e clientes.

O resultado destas alterações traduz-se numa acrescida dificuldade de prever quais as melhores práticas de negócio que deverão prevalecer para garantir o bom, e constante, desempenho das organizações.

Adicionalmente, verifica-se que a produtividade do negócio não evolui ao mesmo ritmo que as mudanças de contexto se manifestam. O mesmo estudo revela que a produtividade permanece baixa apesar da introdução de novas tecnologias no mundo empresarial.

Leia o artigo, por Margarida Sousa Uva, manager da Deloitte, na íntegra e saiba o que pode fazer para gerir as mudanças que se avizinham na sua empresa, na edição de Outubro da Human Resources, e fique também a conhecer os casos das seguintes empresas:

Consulting House: Em busca da capacidade perene de mudar
Numa economia em transformação, a capacidade de uma empresa gerar e adaptar-se à mudança é crítica.

EDP: Um papel cada vez mais importante
Com as mudanças que se têm verificado no sector energético, o conceito de Gestão da Mudança é algo que tem de estar presente em todas as políticas, processos e projectos relacionados com Gestão de Pessoas.

Find: Nada já é como antes
Gerir mudanças vai ser, cada vez mais, um processo natural para as pessoas e para as organizações.

I Have the Power: Antecipar, planear, avaliar e agir
A mudança é algo permanente o que significa que antecipar cebérios e  tendências, planear, avaliar e agir faz parte do dia-a-dia das empresas.

My Change: Gestão da mudança positiva
A My Change coloca a sua capacidade criativa e técnica ao serviço da inovação permanente na prestação de serviço aos clientes, propondo soluções desenhadas e customizadas em participação recíproca.

Unilever Jerónimo Martins: Antecipar as exigências do mercado
A Unilever Jerónimo Martins está inserida no mercado de grande consumo, como tal, reinventa-se perante um ambiente em constante transformação e consumidores extremamente exigentes, por forma a antecipar as exigências do mercado.

Veja também estes cadernos especiais.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Artigos de pele portugueses inspiram campanha
Automonitor
Renault apostada na eletrificação em 2020