Futuro do Trabalho: 10 tendências para as quais deve estar preparado

Criar uma experiência envolvente para os recursos humanos é o futuro do trabalho.

Por Jeanne Meister, partner no Future Workplace e co-autora de The Future Workplace Experience: 10 Rules For Mastering Disruption in Recruiting and Engaging Employees.

 

Os líderes empresariais estão a perceber que a fórmula certa para atrair e manter os melhores talentos e ganhar uma vantagem competitiva no mercado é criar uma experiência junto dos colaboradores que espelhe a melhor experiência do cliente.

Actualmente, quase todas as empresas estão a passar por um processo de transformação digital. Cloud e Mobile Computing, Inteligência Artificial e uma automação crescente, criaram o potencial para transformar quase todos os aspectos dos negócios. Uma pesquisa realizada a CEO’s pela Fortune questionou se os executivos achavam que a sua empresa era uma “empresa de tecnologia” e 67% dos CEOs responderam que sim!

O mesmo pode ser dito em relação aos departamentos de Recursos Humanos (RH) orientados para o futuro. Cada vez mais, os gestores de pessoas estão a transformar as suas práticas de recursos humanos para proporcionar uma experiência aos colaboradores que seja centrada no ser humano, utilize as mais recentes tecnologias digitais e seja personalizada, atraente e verdadeiramente memorável.

De acordo com a Forrester, 47% dos executivos entrevistados acreditam que, até 2020, o digital terá impacto em mais de metade dos seus processos comerciais. Podemos constatar como o digital transformou os media, o retalho, os transportes e a educação. Agora, chegou a vez dos Recursos Humanos. O marketing digital e de consumo está a ajudar a identificar novas formas de recrutar, trabalhar, aprender e envolver os colaboradores.

O foco numa perspectiva digital e de consumidor é muito mais do que incorporar apenas novas soluções em RH. Ter o foco no colaborador e no digital significa ter um novo conjunto de competências tecnológicas focadas nas pessoas, bem como um novo mindset, que seja curioso e adopte uma abordagem centrada no ser humano para criar novas soluções. Acima de tudo, exige uma crença no poder de alavancar as mais recentes tecnologias de consumo dentro dos Recursos Humanos. Isso pode começar com a forma como uma empresa se envolve com novas contratações. Considere a forma como a Zulily, uma empresa de e-commerce, recruta nos seus sites de social media, convidando os candidatos a enviar um post no Instagram que melhor represente o seu contributo para a equipa. Ou considere como a MasterCard, o BMO Financial Group e o Silicon Valley Bank criam novas soluções de RH conduzindo hackathons para co-criar novos caminhos com os colaboradores.

Para se preparar para o futuro do trabalho, há 10 tendências a que deve estar atento.

Saiba quais são na edição de Setembro da Human Resources, nas bancas.

Nota: Jeanne Meister vai marcar presença no próximo Business Transformation Summit organizado pela CEGOC e que terá lugar no dia 9 de Outubro, no Centro de Congressos de Lisboa

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*