Google+ suspende páginas da RTP e do Público

“O nosso perfil não está apagado, está suspenso”, explica fonte da RTP ao Diário Económico sobre o desaparecimento das actualizações na rede social. As páginas do canal de televisão e do jornal Público não têm permissão para fazer novos posts até que as páginas destinadas às empresas estejam disponíveis.

A rede Google+ quer concorrer com o Facebook, que conta com mais de 750 milhões de utilizadores. Contudo, nesta fase inicial só aceita perfis de pessoas individuais e não de empresas.

A RTP contavam com 2 mil seguidores e o Público com cerca de mil.

Christian Oestlien, gestor de produto do Google+, convida as organizações a fazer uma pré-inscrição para integrarem o projecto-piloto das páginas dedicadas a empresas. Espera-se que até ao final do ano esta funcionalidade já esteja disponível.

Notícia Relacionada: Google atinge os 25 milhões de utilizadores

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*