Gostava de levar o seu cão para o trabalho?

Cerca de 39% dos europeus, tutores de cão, optariam por trabalhar numa empresa onde exista a possibilidade de levarem o seu animal de estimação para o trabalho. Esta é uma conclusão do estudo “Pets at Work 2017” conduzido pela Ipsos. Há pelo menos uma empresa em Portugal onde isso é possível.

 

O estudo envolveu a participação de 3221 pessoas, tutores de cães, provenientes de oito países europeus, incluindo Portugal, e reforça uma mudança multigeracional na percepção entre os colaboradores, com cerca de 68% dos trabalhadores na Europa a dizer que levariam os seus animais para o trabalho, caso lhes fosse dada essa opção. Portugal está alinhado com esta média, com 67% dos inquiridos a dizer que gostaria de poder levar o seu cão para o trabalho.

O mesmo estudo revela ainda que cerca de 46% dos portugueses acredita que levar o cão para o trabalho ajuda a criar um ambiente de trabalho mais relaxado, já 45% dos mesmos considera que levar o animal de estimação para o escritório reduz o stress no trabalho e de 44% considera que é um benefício para o trabalhador. Estes resultados estão em linha com os resultados obtidos a nível europeu.

Contudo, apesar da percepção positiva que o público tem acerca dos benefícios de ter animais no trabalho, apenas 12% dos inquiridos a nível europeu trabalha num ambiente petfriendly. Portugal apresenta uma taxa de 7%.

A Nestlé Purina tornou-se dog-friendly no nosso país em 2016, permitindo que os colaboradores levem os seus cães para o trabalho todos os dias. No seguimento desta medida, a empresa lançou agora a Pets at Work Alliance, um projecto que pretende desafiar outras empresas a seguir o seu exemplo e a integrar os benefícios inerentes à presença de cães no local de trabalho.

«O Pets At Work não é só um programa, é um movimento que sabemos que proporciona um conjunto alargado de benefícios como a melhoria da atmosfera no escritório, um melhor equilíbrio vida pessoal-trabalho e um aumento de socialização entre colaboradores», defende Bernard Meunier, CEO da Nestlé Purina PetCare na Europa, Médio Oriente e Norte de África.

Esta iniciativa faz parte dos compromissos Purina na Sociedade (lançado em 2016), que são os primeiros deste género a serem adoptados por uma marca de Petcare.

 

Veja também estas notícias.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Automonitor
Primeiras impressões ao volante do novo Skoda Scala