Inovação e sustentabilidade entre as apostas da nova direcção da PBS

A qualidade, impacto, crescimento, internacionalização, inovação e sustentabilidade são prioridades da nova direcção da Porto Business School, nomeada pelo Conselho Geral e de Supervisão, para os próximos quatro anos. 

 

À equipa que constituía a direcção anterior – Ramon O’Callaghan, dean, e Patrícia Teixeira Lopes, associate dean – junta-se agora João Porto, director de Marketing e Vendas da escola de negócios nortenha desde Junho de 2018.

Das prioridades do novo mandato, que agora arranca, a Porto Business School pretende conservar o espírito de «instituição de portas abertas» e continuar a apostar em programas «diferenciadores, dinâmicos e com uma forte componente prática que permita formar a próxima geração de líderes da economia global».

«Estes são objectivos ambiciosos. Para os alcançar, a proximidade com as empresas assumirá um papel essencial», salientou Ramon O’Callaghan. «Para conseguir ‘fazer acontecer a mudança’, vamos trabalhar lado a lado com os nossos stakeholders.»

Sobre a direcção antecessora, destaca-se «o investimento na modernização tecnológica do edifício da Porto Business School, tornando-o cada vez mais sustentável e amigo do ambiente; a oferta formativa de programas internacionais, tanto a nível dos docentes quanto dos alunos, contando agora com uma rede de mais de 8000 alumni, de 28 nacionalidades; o desenvolvimento da sua rede de influência junto do mercado e das empresas».

A Porto Business School foi fundada em 1988 por um conjunto de empresas e instituições de referência que se juntaram à Universidade do Porto para lançar aquela que é, actualmente, a sua escola de negócios. A instituição foi distinguida pelo jornal inglês Financial Times como uma das melhores do mundo na formação de executivos. Também de acordo com o ranking Eduniversal, está no topo das escolhas entre as escolas de gestão em Portugal.

Veja também estas notícias.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...