João Cavaleiro Rufo distinguido no prémio GSK – Porto BioMedical Journal

O investigador da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, João Cavaleiro Rufo, foi o vencedor da primeira edição do prémio de investigação “GSK-Porto BioMedical Journal”, com o valor monetário de 2500 euros.

 

O trabalho premiado, de título “Indoor air quality and atopic sensitization in primary schools: a follow-up study”, procurou identificar a correlação entre as crises de asma em crianças e a má qualidade do ar interior dentro das salas de aula.

Para isso, o autor investigou o impacto do ar interior em algumas escolas primárias do Grande Porto, depois da implementação de um conjunto de recomendações para melhorar a qualidade do mesmo, e a influência dessas alterações na resposta alérgica das crianças.

«Para um investigador, é sempre gratificante ver o seu trabalho publicado. Se, além de publicado, esse trabalho for reconhecido e premiado, ao sentimento de gratidão juntam-se o de apreço e responsabilidade. Nesse sentido, naturalmente que foi com muita alegria que recebi a notícia deste prémio» declara João Rufo. «Espero, também, que o meu artigo contribua, de alguma forma, para aumentar o conhecimento científico em torno da asma e que esse activo sirva para melhorar a saúde dos milhares de portugueses que sofrem de asma, especialmente as crianças».

O galardão, instituído pela Porto Biomedical Society (PBS) em conjunto com a GSK (GlaxoSmithKline), tem como objectivo promover a investigação de qualidade no domínio das Ciências Biomédicas na área da Asma, através do reconhecimento do mérito da pesquisa, investigação e desenvolvimento científico.

O prémio foi entregue pelo director médico da GSK, Carlos Macedo, em cerimónia oficial comemorativa do Dia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

A Porto BioMedical Society (PBS) é uma associação sem fins lucrativos, sedeada no Porto, iniciativa de um grupo de estudantes de medicina da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), que se dedica à publicação científica (através do Porto BioMedical Journal), pedagogia e interacção com a comunidade, com o objectivo de contribuir para a implementação de boas práticas e princípios científicos.

Veja também estas notícias

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*