Mudar de carreira: de músico a gestor

“No plano físico, a dor avisa que alguma coisa está errada. No campo psicológico, a insatisfação é essa dor”, explica Renato Grinberg, actual CEO da Trabalhando.com, quanto aos sinais para mudar de carreira. Grinberg era um dos violoncelistas clássicos mais promissores do Brasil e tinha 25 anos quando decidiu mudar o rumo da sua vida profissional.

“Se tudo o que está a fazer não o conduz para os seus objectivos, então é hora de mudar. Mas é preciso ter um alvo”, aconselha Renato Grinberg, em declarações à revista brasileira Exame. Com o objectivo de entrar no mundo corporativo e “fazer algo grande”, como o próprio classifica, o antigo músico mudou-se para os Estados Unidos, fez um MBA e tornou-se gestor em empresas como Sony Pictures e a Warner Bros.

“Está a mudar de carreira, é normal que precise de provar algo antes de subir”, explica ainda Grinberg sobre o seu percurso no meio empresarial onde começou por colar etiquetas.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*