Número de casais desempregados duplicou em Novembro

desempregoO número de casais em que os dois cônjuges estão desempregados continua a disparar. Em Novembro, estavam inscritos nos centros de emprego 11.044 casais nesta situação, quase o dobro do que se registava um ano antes.

Os dados do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), conhecidos nesta segunda-feira, mostram que nunca houve tantos casais fora do mercado de trabalho desde, pelo menos, Outubro de 2010, altura em que o IEFP começou a recolher estas estatísticas relativamente ao continente. O número total de casais nesta situação é sete vezes superior ao registado nessa altura (1530 casais).

Este universo aumentou de forma galopante ao longo do ano passado, acompanhando a subida recorde da taxa de desemprego em Novembro (16,3%, segundo o Eurostat).

No final desse mês, havia mais 5395 casais desempregados do que em Novembro de 2011 (o aumento é de 95,5%). Só de Outubro de 2012 para Novembro, passou a haver mais 549 casos. Nos centros de emprego do IEFP estavam inscritos, no final de Novembro, 662.937 desempregados. Perto de metade eram casados ou viviam em união de facto. Neste universo, o número de pessoas que ficaram fora do mercado de trabalho subiu 17,1% em termos homólogos, ligeiramente menos do que entre o total de desempregados inscritos nos centros de emprego.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*