O maior instituto de Biotecnologia em Portugal tem nova liderança

Jorge de Melo, CEO da Sovena, é o actual presidente e Paula Alves, investigadora e docente na Universidade Nova de Lisboa, é a CEO do Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica. 

 

Também membros da nova direcção são os vice-presidentes Maria do Carmo Neves, CEO da Tecnimede, e João Almeida Lopes, CEO do grupo Medinfar, ambos representantes de duas empresas farmacêuticas multinacionais. Manuel Carrondo, também professor da Universidade Nova de Lisboa e fundador do instituto, mantém-se integrado na direcção.

O Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET) é uma instituição privada sem fins lucrativos dedicada à investigação em biotecnologia, com principais focos no sector farmacêutico e no ramo agro-alimentar e florestal.

Os múltiplos projectos que desenvolve permitem ainda que o iBET apoie mestrados, doutoramentos e pós-doutoramentos, sendo mesmo considerada a instituição privada portuguesa de investigação científica com maior número de doutorados nos seus quadros, num contributo directo para a valorização do capital humano nacional.

Veja também estas notícias

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*