Porque as mulheres ganham menos

“Este estudo acaba com o mito que diz que as mulheres não pedem [aumentos salariais]. Na realidade, pedem! Mas isso não as leva muito longe. Os homens, pelo contrário, nem precisam de pedir”, afirma Ilene H. Lang, presidente e CEO da Catalyst, em declarações à CNN.

Segundo um estudo da Catalyst sobre progressão na carreira, conclui-se que as mulheres são recompensadas com aumentos salariais devido a uma consistente apresentação de resultados. Já os homens são-no com base no potencial demonstrado.

No entanto, o estudo da Catalyst revela que as mulheres têm objectivos de progressão na carreira semelhantes aos dos homens.

Segundo o relatório das Nações Unidas “Progresso no Mundo das Mulheres”, as mulheres ganham 10 a 30% menos que os homens. A principal causa apontada para esta diferença é a legislação que não confere especiais direitos às mulheres no momento da maternidade.

O que o estudo da Catalyst revela são as estratégias que homens e mulheres devem adoptar para avançar na carreira. As mulheres devem tirar partido da sua capacidade de estabelecer relações com pessoas em lugares com influência e tornarem conhecidos os seus resultados. Já os homens beneficiam mais se se mostrarem disponíveis para trabalhar muitas horas e estiverem atentos a oportunidades fora da empresa.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*