Prémio para mulheres eco-empreendedoras abre candidaturas

Abrem amanhã, 11 de Julho, as candidaturas para o Prémio Terre de Femmes, promovido pela Fundação Yves Rocher. Esta distinção é para mulheres com projectos na área do Ambiente. 

 

Ser mulher, ter idade igual ou superior a 18 anos e possuir um projecto eco-empreendedor já implementado – seja de forma independente, através de uma estrutura sem fins lucrativos ou via entidades com objecto comercial -, são os requisitos para a inscrição no concurso que, assinalando uma década em Portugal, traz agora várias novidades.

Vão ser dados três prémios, com o valor de 18 mil euros: 10 mil para a primeira classificada, cinco mil para a segunda, e três mil para a terceira. Para além do prémio atribuído em Portugal, a primeira classificada ficará também habilitada ao Grande Prémio Internacional.

Igualmente no valor de 10 mil euros, na corrida ao galardão estará mais de uma dezena de países, designadamente Alemanha, Espanha, França, Itália, Marrocos, México, Portugal, Rússia, Suíça, Turquia e Ucrânia. Ou seja, a eco-empreendedora pode receber um apoio de 20 mil euros.

O período de candidaturas termina a 8 de Outubro, devendo os projectos ser submetidos para a morada da Yves Rocher Portugal (Rua do Castanhal, n.º 256, 4475-130 Gemunde – Maia), ou através do endereço de correio electrónico terredefemmes.portugal@yrnet.com.

As propostas seguirão depois para análise por personalidades ligadas a entidades como a Secretaria de Estado do  Ambiente, quadros de Investigação do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, organizações ambientais e parceiros ligados à comunicação social.

Presente em Portugal desde 2009, em território nacional o Prémio Terre de Femmes já distinguiu 22 mulheres e apoiou com mais de 100 mil euros projectos que têm revelado um forte impacto social, ambiental e económico.

Veja também estas notícias
 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*