Procura emprego? Saiba como evitar ofertas falsas

Parece-lhe bom demais para ser verdade? Então, muito provavelmente, é. Foram postos a circular na Internet e-mails fraudulentos com supostas ofertas de empregos. Estes e-mails, alerta a multinacional de segurança Kasperky, são falsos. E partilha cinco dicas para não se deixar enganar.

 

Segundo a empresa, andaram a circular «uma grande quantidade de e-mails spam com ofertas de trabalho falsas». Os e-mails eram spam e instalaram malware nos dispositivos dos cibernautas com a intenção de recolher dados pessoais e financeiros.

Dados do novo relatório sobre spam e phishing, relativos ao primeiro trimestre de 2019, mostram que os destinatários destas mensagens recebiam uma oferta de trabalho de «uma grande empresa de Recursos Humanos» e eram convidados a participar num sistema de procura de ofertas de emprego gratuito. Porém, para ter acesso, teriam que instalar uma aplicação nos seus dispositivos

Para fazer com que o processo de instalação parecesse fiável, os hackers criaram uma janela pop-up com as palavras “protecção DDoS” e uma mensagem falsa, que dizia que o utilizador estava a ser redireccionado para o portal de uma das maiores empresas de recrutamento, que era, na verdade, um website de armazenamento na cloud, onde descarregaram um software malicioso semelhante a um arquivo do Word, usado usados para roubar dinheiro aos utilizadores.

A Kasperky considera que a maioria destes casos não são geridos de forma prudente. «O spam é uma ameaça frequentemente desprezada, mas que pode propagar malware através de métodos de engenharia social, como fraude e manipulação psicológica, afectando inúmeras pessoas», sublinha.

A pensar nisto, a Kaspersky recomenda cinco passos para evitar ser vítima de spam malicioso:

1. Verifique sempre o endereço do website para o qual está a ser redireccionado, o endereço do link e o e-mail do remetente, de forma a garantir que são fidedignos. Verifique também se o nome do link não esconde outro hiperlink.

2. Não clique em links, e-mails, mensagens de texto, mensagens instantâneas ou publicações em redes sociais se o remetente desconhecido. Verifique se são autênticos e se começam por “http”, sobretudo quando solicitam informações pessoais ou financeiras. Se não está completamente seguro sobre a veracidade do website, nunca introduza os seus dados pessoais.

3. Verifique o website oficial da empresa para perceber se há vagas que correspondam às suas competências profissionais.

4. Faça uma chamada telefónica para a empresa, certificando-se que a oferta de emprego é real.

5. Reveja a sua oferta de trabalho e possíveis erros. Verifique cuidadosamente o nome da empresa, função e responsabilidades.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Mark Ronson desvenda futuro dos vídeos de música
Automonitor
Mercedes-Benz revela versões híbridas dos Classe A e B