O que distingue um bom chefe?

A Google passou os últimos dez anos a estudar os hábitos dos managers com o melhor desempenho. E identificou dez características comuns aos bons chefes.

 

Com base nas conclusões do estudo, ao qual chamaram Project Oxygen, começaram por identificar oito comportamentos comuns dos managers com alta performance, e treinaram os lideres da empresa nesse sentido. Com o tempo, foram identificando melhorias significativas em métricas como rotatividade de colaboradores, satisfação e desempenho. Mas à medida que a empresa crescia, as exigências dos managers também aumentavam.

A Google continuou a pesquisa, actualizou a forma de trabalhar os comportamentos dos seus managers, de acordo com o estudo mas também tendo em conta o feedback dos colaboradores, e chegou a dez características comuns.

Segundo o Inc., a continuidade da pesquisa resultou numa nova lista de comportamentos (dois novos e dois actualizados).

São estes os dez comportamentos dos melhores managers da Google, aos quais acrescentaram algumas dicas sobre como desenvolvê-los e colocá-los em prática:

1. São bons treinadores

Um bom manager não resolve todos os problemas da equipa. Em vez disso, usa esses problemas como momentos de ensino. Orienta e partilha ideias no momento certo, permitindo que a equipa ganhe experiência.


2. Incentivam e capacitam a equipa

Um bom líder de equipas dá liberdade suficiente aos colaboradores para explorar novas ideias, experimentar e desenvolver (e adaptar) o seu próprio estilo de trabalho. Além disso, certificam-se de que os colaboradores têm as ferramentas e a flexibilidade necessárias para realizar as suas tarefas.


3. Criam um ambiente de equipa inclusivo, mostrando preocupação com o sucesso e o bem-estar

Valorizam a confiança nas suas equipas. Como refere a Google, «numa equipa com confiança, os colegas sentem-se seguros para assumir riscos perante outros membros da equipa. Sentem-se confiantes de que ninguém os vai envergonhar ou punir por admitirem um erro, fazerem uma pergunta ou sugerirem uma nova ideia».

4. São produtivos e orientados para resultados

Os melhores managers tornam os que os rodeiam melhores. Percebem do que é que as suas equipas são capazes e usam a inteligência emocional para motivar os colaboradores a atingir todo o seu potencial.

5. São bons comunicadores

São óptimos ouvintes e partilham o que podem, percebendo que a transparência é benéfica para a equipa como um todo. Fazem elogios frequentemente, mas também dão feedback negativo, de uma forma construtiva.

6. Apoiam o desenvolvimento de carreira e discutem o desempenho

Investem na equipa. Fornecem opções de carreira, percebendo que nem todas as pessoas querem seguir o mesmo caminho. Não retêm colaboradores para ganhos pessoais. Em vez disso, apoiam-nos e ajudam-nos a alcançar os seus objectivos.

7. Têm uma estratégia clara para a equipa

Sabem para onde vão, mas garantem que toda a equipa também sabe. Têm o cuidado de comunicar de forma abrangente, com expectativas realistas sobre que acções específicas são necessárias para executar uma estratégia e o papel de cada membro da equipa para a executar.

8. Tem competências técnicas chave para aconselhar a equipa

Grandes chefes entendem bem o trabalho e são qualificados na função que supervisionam. Quando um manager vai para um novo departamento, é importante que tenha tempo para se familiarizar com o trabalho diário e os desafios inerentes.

9. Colaboram com toda a empresa

Fazer com que a equipa que dirigem tenha sucesso pode depender da forma como trabalham com outras equipas.

10. São fortes “tomadores de decisões”

Assumem a liderança e tomam as decisões difíceis. E garantem que todos entendem as razões por trás dessas decisões.


Fonte: Justin Bariso, fundador Insight, na Inc.


Veja também estas notícias.

 

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*