Sabe quais são as top skills para 2019?

O LinkedIn já publicou aqueles que acredita que vão ser as competências fundamentais para o ano que iniciámos. Dividiu entre soft skills e hard skills, identificando as 30 competências de que as empresas mais vão precisar. Conheça-as aqui e veja em quais deve investir.

 

Segundo o LinkedIn, existem pelo menos 50 mil competências profissionais no mundo. O que levanta a questão: destas, quais as que devemos adquirir para sobressair no mercado de trabalho em 2019. Ou seja, quais as competências que as empresas mais vão precisar?

Para descobrir, a rede social analisou as competências mais procuradas na sua plataforma, em comparação com a oferta. Assim, as “competências de que as empresas mais precisam” em 2019 são:

 

SOFT SKILLS

Fortalecer as soft skills é um dos melhores investimentos que se pode fazer na carreira, já que nunca saem de moda. Além disso, a ascensão da Inteligência Artificial (IA) está a fazer com que as soft skills sejam cada vez mais importantes, já que são precisamente o tipo de competências que os robôs não conseguem automatizar. É por isso que 57% dos líderes seniores afirmam hoje que as soft skills são mais importantes que as hard skills.

 

1 – Criatividade
Enquanto os robôs são excelentes a optimizar ideias antigas, as organizações precisam mais de colaboradores criativos que conseguem conceber as soluções de amanhã.

2 – Persuasão
Ter um bom produto, uma boa plataforma ou um bom conceito é uma coisa, mas o principal é persuadir as pessoas a comprarem.

3 – Colaboração
À medida que os projectos se tornam mais complexos e globais na era da IA, a colaboração eficaz torna-se mais importante.

4 – Adaptabilidade
Uma mente adaptável é uma ferramenta essencial para navegar num mundo que está hoje em constante mudança, já que as soluções de ontem não resolverão os problemas de amanhã.

5 – Gestão de tempo
Uma competência intemporal: gerir bem o tempo será útil durante toda a carreira.

 

HARD SKILLS

As competências nesta lista reflectem o impacto do digital no mundo do trabalho. Isso significa um aumento na cloud computing e IA, mas também um aumento na melhoria da experiência digital (como o UX Design, o desenvolvimento web, etc.).

O digital também dá novos usos às competências – por exemplo, há uma procura cada vez maior de produção áudio. Foi uma competência necessária para a produção em rádio; hoje, é usada em podcasts e publicidade digital.

 

1 – Cloud computing
À medida que o mundo avança para a cloud, as empresas procuram desesperadamente engenheiros que tenham competências para acompanharem esta procura.

2 – Inteligência artificial
É inegável que a era da IA está aí e vai chegar a todos os negócios. Quem ficar de fora desta corrida, corre o risco de também ficar de fora do mercado.

3 – Raciocínio analítico
À medida que recolhem mais dados que nunca, as empresas desejam profissionais que consigam tomar decisões inteligentes a partir deles.

4 – Gestão de pessoas
O mundo mudou de um modelo “comando e controlo” para líderes que conseguem aconselhar e habilitar as pessoas, uma competências difícil que poucos profissionais possuem.

5 – UX Design
O UX Design é a chave para criar um mundo digital para humanos.

6 – Desenvolvimento de aplicações móveis
Uma competência que é exigida há alguns anos já que as empresas continuam a criar plataformas para aparelhos móveis.

7 – Produção de vídeos
A procura de produção de vídeos está a crescer à medida que o streaming de vídeos representa 70% de todo o tráfico de consumo na internet.

8 – Liderança comercial
A capacidade comercial é uma das competências que tem sempre procura, e os grandes líderes comerciais são cada vez mais difíceis de encontrar.

9 – Tradução
Estamos mais ligados do que nunca em termos globais, com as competências de tradução a destruírem um dos últimos obstáculos: a língua.

10 – Produção de áudio
Semelhante ao vídeo, houve um recente aumento de interesse nos podcasts e noutros formatos áudio digitais, levando a uma procura crescente desta competência.

11 – Processamento de linguagem natural
Com a tecnologia por detrás do Alexa e do Google Home, tudo, dos nossos automóveis às lâmpadas, estão agora a activar-se por voz.

12 – Computação científica
A computação científica é normalmente usada para resolver problemas com enormes quantidades de dados a ter em conta – uma necessidade à medida que as empresas continuam a recolher mais e mais dados.

13 – Desenvolvimento de jogos
Com a necessidade de oferecer uma melhor experiência aos utilizadores digitais, a procura de pessoas que consigam desenvolver jogos online permanece forte.

14 – Marketing nas redes sociais
As redes sociais continuam a ser uma forma popular de comunicar digitalmente com outras pessoas, à medida que novas plataformas causam disrupção no mercado.

15 – Animação
É natural que a animação esteja na lista, tendo em conta o crescimento do tráfego de vídeos e a prevalência crescente do GIF.

16 – Análise de negócio
Semelhante às decisões tomadas com base em dados, cada vez mais empresas dependem de analistas para os ajudar a aconselhar investimentos estratégicos.

17 – Jornalismo
Já foi uma competência em declínio, mas o jornalismo já não é só para jornalistas, à medida que equipas de marketing e de conteúdos competem por pessoas que consigam contar histórias empolgantes.

18 – Marketing digital
Com a ascensão do digital, não é surpresa ver o marketing digital como a competência de marketing mais procurada da lista.

19 – Design industrial
A procura por quem consiga desenhar algo que seja prático e eloquente nunca irá desaparecer.

20 – Estratégias competitivas
Quase todas as empresas enfrentam uma crescente concorrência, com as organizações a procurarem pessoas que as possam colocar à frente da concorrência.

21 – Sistemas de serviço ao cliente
Num mundo onde uma má experiência pode levar a um tweet que todo o mundo vê, um serviço ao cliente consistente é cada vez mais essencial.

22 – Testes a software
Os novos softwares estão a chegar ao mercado em números recorde – exigindo mais e mais pessoas que assegurem que eles funcionam.

23 – Ciência de dados
É uma competência procurada há alguns anos, mas ainda há uma forte necessidade de pessoas que possam retirar informações a partir de uma imensidão de dados.

24 – Gráficos computorizados
Tendo em conta que uma parte considerável do nosso mundo digital vai do 2D para o 3D, as empresas procuram pessoas que possam apoiar essa transição.

25 – Comunicação empresarial
Com as redes sociais, os erros locais podem levar a indignações globais, exigindo pessoas que saibam lidar com situações difíceis.

 

Para este estudo foram incluídas apenas cidades com 100 mil membros do LinkedIn.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Uber Eats e Time Out organizam batalha gastronómica
Automonitor
Campanha Free Now: Viajar pela Europa com 25% de desconto