Sabe o que é o “Workplace Experience”?

Ouvimos falar de “escritórios do futuro”, mas a verdade é que o futuro já é o presente em várias partes do mundo. Isto porque há cada vez mais empresas a apostar na valorização dos espaços de trabalho e esta é uma área que está a canalizar muitas tendências.

 

Por Tiago Trezentos, Office Agency senior consultant na JLL Portugal

 

Hoje já não queremos espaços que sejam apenas o local de trabalho; procuramos sítios que proporcionem ambientes minimalistas, alternativos, confortáveis, funcionais e que sejam, cada vez mais, um espaço de sociabilização e um ponto de encontro. E este encontro não é só entre pessoas, é um encontro de inspiração, um sítio onde há um equilíbrio entre o trabalho e a experiência. Muito mais do que um escritório, queremos uma experiência!

Estes são o tipo de escritórios que já encontramos hoje em dia; com características singulares que criam um envolvimento com os colaboradores mas que se também se estende aos clientes que os visitam.

A tendência é criar um espaço onde a qualidade de vida e a felicidade dos colaboradores seja uma prioridade. Um local que motive e que mostre que há um investimento e uma preocupação com o bem-estar das pessoas.

A flexibilidade é outra das tendências: onde e como se trabalha? Dentro ou fora do escritório? Passou a ser muito comum que fosse o colaborador a escolher onde prefere trabalhar, favorecendo, desta forma, o mobile working – uma prática que tem impacto não só na felicidade e produtividade dos colaboradores mas também na ligação e confiança para com a organização. Outra tendência no campo da flexibilidade e mobilidade é o hot desk – onde os colaboradores podem utilizar diferentes postos de trabalho, tendo em conta as suas necessidades.

As empresas de IT têm sido pioneiras na criação de locais de trabalho criativos e inovadores, pois sabem que é este tipo de características que não só capta e atrai talento mas que também o consegue reter. A Farfetch que escolheu ter na sua sede em Lisboa uma piscina de bolas – a ser utilizada por clientes e colaboradores – é um desses exemplos; a par com a Uniplaces, que alguns dizem ser o escritório mais cool do mundo, com redes suspensas onde os colaboradores podem descomprimir, reunir ou até trabalhar. A Google continua a ser uma referência ao nível da inovação nesta área, com escritórios em todo o mundo onde oferece às suas equipas paredes de escalada, piscina, ginásios e até campos de vólei.

Hoje as empresas já reconhecem que as características dos espaços de trabalho são fundamentais para o seu crescimento e para a sua estratégia de negócio. O ambiente tem uma grande influência ao nível da produtividade, da acção e do relacionamento das equipas, reflectindo, ao mesmo tempo, a cultura organizacional da empresa.

No passado as empresas focavam-se em factores menos emocionais. Agora, desde as grandes multinacionais às jovens start-ups, todas estão a apostar em transformar o que antes era apenas um local de trabalho, num local que incentiva à criatividade, que motiva a querer fazer mais e a ser mais, que é disruptivo, que equilibra a vida pessoal com a profissional mas que cria, acima de tudo, uma dinâmica experiencial da qual o colaborador quer fazer parte.

Aqui pode ler mais sobre o tema: Workplace – Powered by Human Experience.

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest

Comentar este artigo

*