Volvo alarga licenças de parentalidade para mães e pais

Numa semana em que o Parlamento discute as alterações à lei de parentalidade, a Volvo anunciou o alargamento do tempo e pagamento da licença parental que não faz distinção de géneros. «Um pequeno passo para a Volvo Cars, mas um grande salto para a igualdade de géneros», defendem.

 

Esta medida, aplicável a todos os colaboradores da região EMEA (Europa, Médio Oriente e Africa), inclui pais e mães e oferece 6 meses de licença com pagamento a 80%. «É mais generosa e inclusiva que a maioria das licenças existentes na Europa e a primeira deste tipo dentro do sector automóvel», destaca a empresa em comunicado.

Inspirada pela legislação sueca, país de origem da Volvo, esta nova política global faz parte da estratégia de recursos humanos da empresa, que visa não só atrair como reter os melhores colaboradores. Destina-se a todos os colaboradores da região da Europa, Médio Oriente e África, assim como a pais do mesmo género ou de filhos adoptivos, mas estima-se que possa vir a ser alargada a mais de 43 mil colaboradores.

«Somos uma empresa com uma cultura inclusiva e, nesse sentido, esta é uma de várias iniciativas que temos previsto com o objectivo de atrair e reter os nossos colaboradores», afirma Hanna Fager, head of People Experience da Volvo, sublinhando que «esta medida melhora o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, aumenta o tempo com a família e adequa-se perfeitamente numa empresa com um espírito progressista e focado no ser humano».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

MULTIPUBLICAÇÕES

Marketeer
Uber Eats e Time Out organizam batalha gastronómica
Automonitor
Campanha Free Now: Viajar pela Europa com 25% de desconto